Como é a organização do ME no Brasil?

A organização do movimento estudantil no Brasil se configura da seguinte forma:

A UNE (União Nacional dos Estudantes) reúne todos os Diretórios Acadêmicos (DAs), Centros Acadêmicos (CAs), Diretórios Centrais dos Estudantes (DCEs), Uniões Estaduais dos Estudantes (UEEs), Executivas de cursos e outras organizações estudantis do Brasil. Seu funcionamento acontece a partir de três instâncias: o CONEB (Conselho Nacional das Entidades de Base) que reúne os CAs e DAs do país; o CONEG (Conselho Nacional das Entidades Gerais) que reúne os DCEs e UEEs, Executivas de Cursos e o CONUNE (Conselho Nacional da UNE) que ocorre a cada dois anos discutindo questões pertinentes à União, onde é definida a nova diretoria da entidade. Além disso a UNE promove bienais, circuitos de arte e cultura (CUCA da UNE) e outras atividades pelo país.
Representa atualmente mais de seis milhões de universitários de todo o Brasil e surgiu em 1937 diante da necessidade de criação de uma entidade máxima, que reunisse os interesses dos estudantes em âmbito nacional e promovesse questionamentos de defesa da qualidade de ensino e justiça social.

A UEE age num âmbito estadual, é ligada à UNE e realiza atividades regionais de acordo com sua realidade. Representa os estudantes enquanto região, perante ao restante do país. Seu papel é fortalecer as discussões do movimento estudantil num contexto um pouco mais micro, diferente da UNE.

Os DCEs representam os estudantes de uma determinada universidade e deve existir em instituições com ao menos quatro cursos. Suas pautas estão ligadas à instituição em si, problemas gerais e específicos e são a voz dos estudantes perante a universidade. Em geral, realizam atividades pertinentes num âmbito um pouco maior que os CAs, como recepções de calouros, por exemplo. Realizam assembléias, conselhos entre CAs e DAs e suas eleições acontecem a cada um ou dois anos.

DAs e CAs atuam na base do movimento estudantil, por estarem ligadas exclusivamente aos cursos de uma instituição. Assim como os DCEs, realizam atividades de mobilização relacionadas ao movimento estudantil e discutem questões relacionadas à instituição e mais diretamente ao curso que representa. Em geral, suas eleições também são anuais ou bianuais, com conselhos, assembleias e outras ações de organizações estudantis.

Executivas de curso são entidades que representam um conjunto de estudantes em nível nacional, discutindo questões pertinentes aos cursos numa visão mais macro do que nos CAs e DAs. Realizam-se encontros periódicos para discutir tanto questões relacionadas às instituições, como também à profissão e ao ensino.

Colocando essa estrutura no contexto do Movimento Estudantil de Design, pontuo aqui a importância dos CAs e as Executivas de curso. O N Design por exemplo, surge dentro do CADI UFPR (CA de Design da Universidade Federal do Paraná) como uma articulação estudantil em resposta aos inúmeros congressos profissionais de Design que não davam espaço aos estudantes.

Além disso, os CAs de Design espalhados pelo país realizam diversas atividades com os calouros e o corpo estudantil, buscando uma maior integração entre os universitários e apresentando a importância do movimento estudantil, não só dentro das instituições, como na formação de profissionais. Atualmente em São Paulo (ao meu conhecimento), existem somente três Centros Acadêmicos com maior representatividade dentro do ME de Design: o GFAU, que une os estudantes da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo; CA4D da Escola Superior de Propaganda e Marketing e o CA FAU-Mackenzie. Um número bem pequeno, considerando que São Paulo é a cidade com maior número de cursos de Design no Brasil.
Mas isso não vem ao caso agora, (farei um post exclusivamente sobre o ME de Design em São Paulo.

Outro ponto importante é a existência do Conselho Nacional de Estudantes de Design (CoNE Design), uma entidade não-governamental e apartidária, que visa discutir as necessidades e problemáticas dos estudantes em caráter nacional e representar os estudantes de Design. O conselho acontece duas vezes ao ano, uma no início do ano (CoNE Verão) e uma durante o N Design, em Julho (CoNE Inverno). Não vou me alongar nesse assunto, pois farei um post explicando sua história. funcionamento e importância para o ME de Design). O CoNE Design é considerada uma Executiva de Curso.

UNE, Estrutura do Movimento Estudantil. Disponível em: < http://www.une.org.br/2011/09/estrutura-do-movimento-estudantil/ >. Acesso em 20/02/2017.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s